Yoga para os olhos - kit livro e oculos

R$ 280,00
R$ 280,00

No final do século XIX, início do XX, o médico americano William Bates curava os mais diversos problemas oculares apenas com exercícios para os olhos e de relaxamento. Esse trabalho ficou esquecido por décadas até começar a ser recuperado por pesquisadores alternativos, como o Dr. Vander, autor do livro "Como enxergar bem sem usar óculos". Mas na época, as verdades científicas eram intocáveis e esses estudados não mereciam qualquer consideração.

yoga para os olhos Roberto Inácio

meir schneider yoga para os olhos

Meir Schneider

Mais recentemente, Meir Schneider recuperou esses exercícios utilizando-os para recuperar sua visão. Sua história é muito interessante: nascido com sérios problemas de visão, após diversas cirurgias, foi considerado tecnicamente cego. Batalhou a infância e a adolescência inteiras até descobrir os exercícios do Dr. Bates. Praticando com um afinco incrível, Meir foi melhorando e aos 21 anos tirou carta de motorista na Califórnia, sem qualquer restrição.

Baseando-se em todas essas informações, um físico mexicano desenvolveu os óculos Yoga para os Olhos, que melhora a visão imediata, de perto e de longe, e que funcionam de forma contínua para exercitar os músculos e nervos ópticos. Em 1980, esses óculos receberam menção honrosa no Congresso de Invenções de Nova York. E seus efeitos positivos já foram comprovados nos mais variados problemas de visão, como astigmatismo, cataratas (tratamento e pós-operatório), conjuntivite, estrabismo, falta de agudez cromática, hipermetropia, miopia, terçóis, vista cansada e diversos outros.

O tempo de correção das deficiências depende da natureza do problema, da utilização constante dos óculos, da prática de exercícios - visuais e de relaxamento - e do estilo de vida da pessoa.

óculos yoga

Os óculos Yoga para os Olhos não têm lentes corretivas, apenas lentes perfuradas, e assim não necessitam de receituário médico. Mas sua utilização e a prática dos exercícios devem sempre ser acompanhados pelo oftalmologista. Devem ser usados sempre em locais de bastante claridade. No início, devem ser utilizados alguns minutos por dia e de acordo com a adaptação esse tempo vai aumentando gradativamente até chegar a duas ou três horas diárias. Como limitam o campo visual periférico e dão uma distorção de profundidade, estes óculos não devem ser usados para dirigir motos ou automóveis.

livro yoga para os olhos

Porém, é necessário aprender algumas dicas. Durante a leitura, o trabalho no computador, ou mesmo o trabalho normal, acostume-se a levantar periodicamente a cabeça e olhar para longe, para a parede à sua frente, para o outro lado da sala. Se houver janela por perto, olhe para fora e também para o contorno da janela (ou de uma porta). Procure respirar profunda e tranquilamente, se possível seguindo um ritmo que seja agradável. Passear com os olhos de um objeto próximo a outro distante ajuda a acomodar os olhos e a exercitar os músculos ciliares. Os músculos oculares necessitam de exercício como qualquer outro músculo do corpo. Piscar com constância durante a leitura ou trabalho que exige concentração também é um excelente exercício.

Coloque as mãos em concha sobre os olhos, sem tocar as pálpebras e fique assim alguns minutos. Se cansar, coloque os cotovelos na mesa, ou abaixe-se e apoie-os nos joelhos. Respire profunda e tranqüilamente, e procure visualizar o escuro mais escuro que você já viu. Dentro desse escuro, visualize cenas de movimento (um carro andando, uma partida de xadrez, um nadador...). Afaste as mãos dos olhos e lentamente abra-os. Observe objetos perto de você e depois mais longe e sinta como seus olhos estão vendo mais claramente. Espreguice, boceje à vontade, pisque bastante... e volte ao seu trabalho. E observe como está sua concentração.

Google Safe Browsing Norton Safe Web Formas de pagamento